LabClínicas

NOTÍCIAS - O que fazer quando a pressão cai do nada? Manter se hidratado e fazer exercícios para estimular o fluxo sanguíneo são algumas alternativas para evitar que a pressão caia - por Ana Beatriz de Melo Adel Tio

Uma delas é a vertigem, onde a visão é clara, mas sentimos como se o mundo estivesse sendo movido ao nosso redor. Pessoas com doenças do labirinto (estrutura no ouvido que regula a nossa percepção de posição) sentem este tipo de tontura.

Mais frequentemente a sensação é de hipotensão. A visão fica turva, e nos sentimos subitamente enfraquecidos, como se fossemos desmaiar. Isso também tem outro nome: lipotimia.

Quando nos levantamos o corpo geral alguns reflexos para contrapor o efeito da gravidade. A frequência cardíaca sobe discretamente e as artérias ficam mais rígidas. Isso eleva a pressão o suficiente para manter o fluxo adequado de sangue para o cérebro.

Em algumas pessoas esses reflexos podem demorar mais para acontecer. Isso é cada vez mais comuns quando envelhecemos ou no caso de doenças que afetem a propriocepção (como diabetes descompensado ou doenças medulares).

Nestes casos quando assumimos a posição em pé a pressão cai progressivamente até que o corpo consiga acionar os mecanismos necessários. Em outros casos os reflexos são tão exacerbados que a frequência elevada faz com que o coração bata mais rápido que o suficiente para ele ser preenchido de sangue. E isso causa um mecanismo de ?alerta?, que faz o oposto do necessário: a pressão cai e a frequência cardíaca acompanha.

Um dos nomes desse conjunto de sintomas (que geralmente envolve desmaios, lipotimia, principalmente em posição de pé), chamamos de síndrome vaso vagal.

Como evitar que a pressão caia?

Uma das formas de evitar esses problemas é se manter hidratado. Exercícios com as pernas, fortalecendo panturrilhas e devolvendo sangue para o corpo, uso de meias elásticas e o mais importante: reconhecimento dos sintomas pode evitar ou reduzir o número de desmaios.

Apesar de dieta mais livre em relação ao sal poder ajudar, não devemos estimular dietas com sal excessivo. Raras vezes são necessários remédios, como retentores de sal e corticoides. Algumas vezes treinamentos específicos com fisioterapeutas pode auxiliar a pessoa a se manter mais tempo em pé sem prejuízos.

Se você experimenta algum desses sintomas, vale a pena consultar um cardiologista. Apesar de a maioria dos desmaios e hipotensão serem benignos, algumas doenças graves podem se esconder por trás disso.

https://www.minhavida.com.br/saude/materias/33285-o-que-fazer-quando-a-pressao-cai-do-nada